Mulheres essenciais na luta contra a Covid-19 são homenageadas pelo Shopping Mueller

Publicada em 10/03/2021

No Mês da Mulher, o Shopping Mueller selecionou 16 profissionais que atuam na linha de frente da Covid-19 para homenagear todas as mulheres. Elas compõem a 7ª Exposição Fases e Faces que tem como tema “Mulheres Essenciais”. Os painéis contam as histórias integram a mostra virtual, de 8 a 31 de março, no Facebook e Instagram: @muellerjoi.

A campanha convida a descobrir quem são as mulheres por trás das máscaras. O perfil de cada homenageada é complementado com um breve depoimento em vídeo sobre o que é ser uma “Mulher Essencial” na visão delas.

Foi para complementar a renda da família na pandemia que a homenageada desta edição, Sabrina Alves se tornou motogirl. Prestes a ser mãe pela segunda vez ela abriu uma empresa de entregas especializadas para empreendedoras femininas. Aos poucos foi dando oportunidade a mais motogirls e o negócio ganhou uma proporção maior. Juntas ajudam a encurtar distâncias ao aproximar: o vendedor do cliente, mães e filhos, famílias, namorados, empresas e funcionários, com entregas especiais. “Fico muito feliz de integrar a exposição ao lado de outras tantas mulheres essenciais. Que cada uma de nós, em sua profissão e missão de vida possa representar o todo”, destaca.

Durante toda a produção da campanha foram aplicados os protocolos de prevenção e segurança vigentes.

 

Conheça as homenageadas

Ana Claudia Kruger Neumann

Farmacêutica

Trabalhar durante a pandemia é um desafio pessoal e profissional. A farmácia é, para muitos, o primeiro lugar de acolhimento de seus problemas de saúde, por isso transmitir informações precisas e orientações quanto aos cuidados necessários neste novo período é fundamental. Ao mesmo tempo, há a preocupação em não levar o vírus para casa, expondo os familiares.  

 

Antônia Gonçalves

Maquiadora e Cabeleireira

Mudar vidas e proporcionar sorrisos em meio ao cenário atual é uma realização, porque ser essencial é fazer o outro feliz com o dom que recebeu. Muito mais que cosméticos e estética, a arte de transformar é gratificante. Ver a outra pessoa satisfeita pelo toque do trabalho de quem se propõe a atender com empatia e carinho é compensador.

 

Bruna Marini Pereira

Técnica de Enfermagem

Estar na linha de frente da pandemia, no atendimento aos quadros moderados e graves, requer equilíbrio emocional, resiliência, agilidade e domínio técnico para proporcionar o melhor cuidado. Embora seja uma rotina de desgaste físico e emocional, é preciso aprender a lidar com cada situação e ficar ao lado do paciente 24 horas por dia. Mesmo que ele não conheça quem está ali, ele pode ter a certeza de não estar sozinho.

 

Dani Lando

Repórter

Muita coisa precisou ser adaptada nos veículos de comunicação. Desde a entrega e higienização do microfone, a boa dicção ao falar de máscara, até o distanciamento social, já que o jornalismo precisa estar onde a comunidade está. Mais do que nunca é preciso ter seriedade e cuidado ao levar a informação. Só com a devida apuração é possível combater as fake news que só atrapalham e não agregam na rotina das pessoas, e a pandemia ressaltou bem isso.

 

Eliane Seibet

Fisioterapeuta Hospitalar

No Setor Covid do hospital, cada dia é um novo aprendizado e desafio. Eu nunca me canso, luto pelo melhor conforto, tratamento e melhora do paciente. É preciso buscar a recuperação funcional, a prevenção de complicações motoras e a reabilitação. Nas UTIs, proporcionamos adequação postural, mobilização precoce e suporte ventilatório adequado ao doente crítico.

 

Enaise Vodonós

Médica

Contribuir com a sociedade neste momento de pandemia mundial, nos plantões da linha de frente, é, sobretudo, gratificante. Requer estar presente, de forma humana e empática, no momento em que o paciente está longe dos familiares e o rosto do profissional da saúde é único que ele pode ver. Ao mesmo tempo, é desafiador lutar contra um inimigo invisível, até então desconhecido e que trouxe tantos desafios.

 

Estela Mari Galvan Cuchi

Diretora de Hospital

No ambiente hospitalar infantil, onde há fragilidade e vulnerabilidade humana, é desafiador lidar com a imprevisibilidade e ter muita resiliência. Exige planejamento eficiente para proporcionar segurança, compreender o todo, ouvir o outro e desenvolver nas equipes competências que contribuem no comprometimento de cuidar, com acolhimento, humanização e eficiência. É um trabalho que impacta na vida de famílias e na continuidade de histórias de vida.

 

Eunice Welinski de Oliveira

Orientadora Educacional

Para garantir o ano letivo, os educadores precisaram se reinventar, criar protocolos nunca antes utilizados em uma escola. Fazer com que alunos tivessem acesso ao conteúdo de forma igualitária, seja via internet ou na entrega de kits de atividades impressas, foi imprescindível. Foram horas dedicadas a conversas com estudantes, muitas vezes para ouvir seus medos e preocupações, sentir a angústia dos pais e dar sempre uma palavra de apoio nessa fase tão difícil.

 

Giulian Sirlei do Amaral

Cuidadora de Idosos

Amor acima de tudo, disponibilidade e paciência ajudam a superar os obstáculos nos atendimentos aos idosos, principalmente neste período em que precisamos de cuidados redobrados para evitar o contágio com a Covid-19. O trabalho não tem dia nem tem hora, e exige que o profissional tenha muita atenção nas atividades, especialmente fora do domicílio, evitando colocar a saúde em risco. Neste momento em que beijar e abraçar ainda não é possível, transmito no olhar e nas atitudes o carinho pela idosa de 93 anos a quem me dedico.

 

Katia Krehnke

Motorista de transporte coletivo

Com dedicação e responsabilidade, foi preciso redobrar os cuidados com os passageiros e comigo mesma, para deixar todos tranquilos e seguros na rota do transporte para o trabalho. Tenho um carinho especial por cada pessoa que transporto, numa relação de confiança nutrida diariamente ao realizar esse trabalho. São atitudes essenciais neste período de tantas incertezas.

 

Larissa Estrada

Pastora

A tecnologia é uma grande aliada nesses tempos de distanciamento social. Por meio de um canal no YouTube e Instagram, foi possível fazer vários projetos e séries para auxiliar mulheres dentro das suas casas, cuidando dos seus filhos, maridos e delas mesmas. Diante de tantas incertezas, sem saber o que estava por vir, conseguimos levar a esperança da bondade de Deus às pessoas e complementar o trabalho já realizado nos atendimentos pastorais e pregações nas igrejas.

 

Lígia Beatriz Knebel

Caixa de Supermercado

Saber lidar com empatia nos momentos complexos é essencial porque, como a maioria das pessoas, temos medo de enfrentar o desconhecido. Como mediadora do consumo de alimentos, que são tão valiosos para a saúde e úteis para a vida dos consumidores, buscamos tornar o dia a dia mais leve e afetuoso. Para mim, cada cliente é único e deve ser tratado com carinho, sentindo que ali também há segurança em prol do bem-estar de todos.

 

Paola Fróes

Nutricionista Hospitalar

O trabalho nutricional frente à Covid-19 é cansativo, porém muito gratificante. Como uma doença totalmente desconhecida, exige estudo e dedicação, para nutrir e garantir que todos se sintam confortáveis e respeitados. É gratificante, pois mesmo com a grande carga, o sentimento de ver os pacientes bem e voltando para casa não tem preço.

 

Regiane Margarete Formaio Laurindo

Fiscal de Limpeza Urbana

Mesmo com o distanciamento social, foi preciso acompanhar a equipe no trabalho de limpeza da cidade. Buscamos um jeito de conduzir o trabalho para que todos se sintam seguros, com bom humor, harmonia e a dedicação de sempre. Procuramos ressaltar com empatia a importância da função de cada um para o bem comum, que juntos ajudam a deixar Joinville sempre linda e organizada.

 

Sabrina Alves

Motogirl

Para complementar a renda da família, me tornei motogirl na pandemia. Prestes a ser mamãe pela segunda vez, a profissão abriu espaço para outras mulheres ajudarem a encurtar distâncias ao aproximar: o vendedor do cliente, mães e filhos, famílias, namorados, empresas e funcionários, com entregas especiais. A maioria das clientes são mulheres, mães e empreendedoras que, assim como nós, se reinventaram e lutam para criar ou continuar o próprio negócio.

 

Soraia Bianca Momm Rosa

Policial Civil

A segurança pública vive uma experiência única e desafiadora, que por vezes foi rodeada de preocupações nesta pandemia. Um policial civil se doa 100% para uma sociedade justa e mais humana. É uma função exercida da forma necessária e imprescindível para que a sociedade tenha segurança e qualidade de vida, mesmo que para isso seja necessário colocar a própria vida em risco.

Serviço

O quê: 7ª exposição Fases e Faces

Quando: 8 a 31 de março

Onde: nas mídias digitais do Mueller - Facebook e Instagram: @muellerjoi

Gratuito

 

 

 

 

 

 

Cadastre-se aqui

Cadastre-se aqui para receber informações e novidades
Mueller