Chegada do Papai Noel é no dia 20/11

Publicada em 13/11/2012

A campanha de Natal de 2012 do Shopping Mueller inicia no dia 20 de novembro com a tradicional chegada do Papai Noel. O evento promete muitas emoções e surpresas para o público. A festa começa às 20h na entrada principal do Shopping. Em 2011, mais de 13 mil pessoas acompanharam a chegada do Papai Noel.

Para encantar os joinvilenses, foi preparada uma programação especial com diversas atrações para a noite, como o espetáculo musical “Era Vidro e Se Quebrou”, do Coral Ciser Show, especial de Natal. Serão 25 minutos de show envolvendo mais de 40 artistas entre cantores, músicos, atores, crianças e uma bailarina.

O momento mais esperado pelas crianças, a chegada do Papai Noel, promete encantar os pequenos pela expectativa da surpresa. Como ocorre todos os anos, será mantido segredo de que forma o “Bom Velhinho” vai chegar ao Shopping. E não é para menos: o Papai Noel já chegou de helicóptero, desceu de tirolesa e rapel, até mesmo pela escada Magirus com a ajuda dos Bombeiros Voluntários de Joinville.

A noite também será com muito brilho. Um show de fogos de artifícios vai iluminar o tradicional evento na cidade, bem como a abertura da decoração deste ano e o acender das luzes. Assim que o Papai Noel pisar novamente no palco, estará aberta a temporada natalina do Shopping Mueller.

Espetáculo musical “Era Vidro e Se Quebrou”

O espetáculo escolhido para encantar a chegada do Papai Noel é o musical “Era Vidro e Se Quebrou”, do Coral Ciser Show, com produção de Albertina Tuma. A pedido do Mueller, o roteiro recebeu algumas novidades exclusivas para a noite. Ao longo de sua história, o Shopping incentiva e apoia produções joinvilenses, e por isso a escolha de um grupo da cidade para esse grande evento.

O musical “Era Vidro e Se Quebrou” foi montado em 2009 para marcar os 50 anos da empresa Ciser, de Joinville. A edição atual é um resumo dos melhores momentos do espetáculo, que tem um clima saudosista e traz de volta à cena as antigas brincadeiras que divertiram gerações nas décadas de 30, 40 e 50.

A peça reúne canções e brincadeiras infantis do passado, músicas de Arnaldo Antunes, Gonzaguinha e Taiguara. Além das vozes do coro, conta com figurino e cenário do carioca Augusto Pessoa, executado pelo cenotécnico paulista Marcelo de Mello; músicos que sempre acompanham o Coral: Gilberto Machado (Formiga), Rafael Vieira, Tadeu Santos, dirigidos por Jackson Araújo; tem também a dança da bailarina que já fez parte do elenco do Ballet Bolshoi, Gabriela Johnk; a participação do ator convidado Eduardo Vieira e a direção e concepção da atriz Eliane Ramin.

Cadastre-se aqui

Cadastre-se aqui para receber informações e novidades
Mueller